10/06/2013

Quero a delícia de poder sentir as coisas mais simples

Eu gosto de delicadeza. 
Seja nos gestos, nas palavras, nas ações, 
no jeito de olhar, no dia-a-dia e até no que 
não é dito com palavras, mas fica no ar. 
A delicadeza amolece até a pessoa 
mais bruta do mundo e disso 
eu tenho certeza. 
Quero a delícia de poder 
sentir as coisas mais simples.

Manuel Bandeira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentário

Traduzindo a candura do momento...

Manhã, que impávida anuncia A nostálgica melodia do silêncio E tonaliza de essências o dia Traduzindo a candura do momento... - Karina Alcâ...

Beleza Roubada